Skip to main content

Estrutura Curricular - Estatística

O Curso de Estatística da UFU entende que deve formar estatísticos não apenas que manipule dados, construa tabelas e aplique técnicas já consagradas, mas que seja capaz de desenvolver novas técnicas e/ou adaptá-las para os problemas que possam surgir em sua carreira.  O aluno que pretende ser Bacharel em Estatística deve ter facilidade com a teoria matemática e ter interesse em aplicá-la em diversas áreas. Além dos conhecimentos técnicos da área, ele deverá desenvolver capacidade de trabalhar em grupo e boa expressão oral e escrita. A diversidade em lidar, a cada projeto, com um problema diferente é um dos maiores atrativos da profissão. Desta forma o curso segue alguns preceitos:

 
Sólida formação básica: nos três primeiros anos do curso o aluno passa por uma formação forte em Matemática, Computação, Pesquisa Operacional, Probabilidade e Estatística. Essas disciplinas introdutórias fazem com que o aluno desenvolva raciocínio matemático e capacidade de enfrentar e resolver problemas.  Dentre as disciplinas dos três primeiros anos destacam-se duas que são as chamadas "alicerces da Estatística", são elas: Probabilidade e Inferência Estatística.
 
Formação ampla em técnicas estatísticas: existem muitas técnicas estatísticas já consagradas por suas vasta aplicabilidade. O aluno do curso de Bacharelado em Estatística será exposto à grande maioria delas durante o terceiro, quarto e quinto ano do curso. Além de aprendê-las ele verá uma vasta coleção de exemplos de aplicação.
 
Adequação ao mercado de trabalho: durante o quinto ano o aluno cursará duas disciplinas obrigatórias (Profissão e Mercado de Trabalho e Estatística Aplicada). A primeira diz respeito à profissão de estatístico, cujo objetivo é analisar criticamente as habilidades gerais, necessárias para o sucesso profissional de um estatístico e informar aos alunos sobre a organização formal da profissão de estatístico e da estatística como área do conhecimento. A segunda trata de uma espécie de "residência", onde o Núcleo de Estatística e Métodos Quantitativos Aplicados fornece problemas a serem resolvidos pelos alunos com a supervisão de um professor orientador. O aluno deverá participar das entrevistas com o cliente/pesquisador (médicos, biólogos, economistas, administradores, engenheiros, etc.), modelar o problema, sugerir soluções e finalizar com a formalização de um relatório.
 
 
Além das disciplinas obrigatórias, ainda são previstas quatro disciplinas optativas, dentro de um leque grande de opções. O aluno tem a liberdade de escolher as disciplinas que mais lhe interessa. Há um incentivo à multidisciplinaridade, que será fundamental para este profissional que está em vias de formar-se.
 
O curso de Bacharelado em Estatística tem suas disciplinas agrupadas nos Núcleos de Formação Básica e Núcleo de Formação Específica, além de contar com os componentes curriculares: Trabalho de Conclusão de Curso e Atividades Acadêmicas Complementares (para maiores detalhes vide Projeto Pedagógico).